Como escolher uma instituição para apoiar e ser voluntário?



Se você está lendo este texto é porque, provavelmente, já tomou a decisão principal de ser um(a) apoiador(a) de causas. Porém, sabemos que agora vem uma parte um pouco mais trabalhosa que é saber como escolher uma instituição para apoiar e ser voluntário(a). Seja qual for a sua escolha - doar tempo, itens para a instituição ou doar recurso financeiro - vamos te ajudar a encontrar a Organização da Sociedade Civil (OSC) ideal para você.


Entre todas as tarefas do dia a dia, sejam elas pequenas, como tomar banho e fazer comida, ou maiores, como trabalhar e estudar, muitas vezes fica difícil ter tempo para nos dedicarmos a todas as coisas que nos importam.


Por isso, queremos lembrar que existem várias formas de contribuir para a causa que acreditamos e sempre é possível fazer a diferença, mesmo com pouco tempo ou com dinheiro mais contado para investir em promover impacto social positivo!


Descubra sua causa

O primeiro passo para saber como escolher uma instituição para apoiar e ser voluntário é descobrir qual é a sua causa, ou seja, o que você acredita que é mais urgente em “mudar” no mundo.


Todos nós temos vários interesses e sabemos que a sociedade tem diversos problemas. Muitos deles podem nos tocar, mas sempre existe algo que é mais pulsante e que pode ter uma relação com a nossa história de vida e com os nossos sentimentos.

Sua causa pode ser voltada para a educação, ou então, para a saúde, por exemplo. Outras possibilidades seriam em relação à proteção animal, violência contra a mulher, pessoas com deficiência, meio ambiente ou, ainda, voltada a crianças e adolescentes em acolhimento - como é o nosso caso. Se essa for a sua causa, te convidamos a conhecer mais sobre o nosso trabalho aqui!


Identifique a melhor forma de contribuir e o que mais tem a ver com você

Nem todo trabalho voluntário envolve lidar diretamente com pessoas. Você pode ser voluntário e ajudar com alguma expertise sua. É possível contribuir nos setores que mais precisam na OSC, atuando na comunicação, no jurídico, na manutenção do espaço, por exemplo. É fundamental saber quantas horas semanais você tem disponível para ajudar. Não adianta se comprometer com um trabalho que vá além do que você pode fazer. Se você tiver que se sacrificar muito, é possível que acabe abandonando o projeto e isso não é legal para nenhuma das partes envolvidas, então ser realista é importante.


Outra questão é que você pode apoiar simplesmente doando uma quantia em dinheiro mensalmente para a instituição ou ainda apadrinhando jovens. Aqui no Lar Casa Bela você pode apadrinhá-los financeiramente, recebendo diversos benefícios, como acompanhar o desenvolvimento educacional e emocional da criança bem de pertinho.



Tenha a mente aberta para outras realidades

As pessoas têm histórias diferentes, portanto, pontos de vista bem variados. Além disso, as instituições têm experiência no trabalho que realizam, então, se algo é feito de certa maneira, é porque ao longo do processo de desenvolvimento chegou-se àquele ponto.


É preciso estar de coração e mente abertas, para, antes de tudo, entender o contexto, respeitando o que já foi construído ali.


Quando há o interesse em ser voluntário mas não há abertura nem respeito pelo que a instituição já faz, o resultado é negativo para todos os envolvidos.

Procure ajudar pequenas instituições

Grandes organizações como o Instituto Natura e o Greenpeace, por exemplo, têm seu trabalho bastante difundido. Não que o trabalho realizado por lá não mereça incentivo, mas você pode apoiar quem está mais próximo a você, ou que realize um trabalho local, e impactar diretamente a região onde vive, por exemplo. Essas instituições geralmente não têm grandes financiadores, então precisam lutar muito para sobreviver e seguir ajudando as comunidades onde estão inseridas.

Para isso, você vai precisar realizar uma boa pesquisa no Google e encontrar o que mais tem a ver com você e com a causa que você apoia.

Conheça a OSC mais a fundo

Procure mais informações sobre a OSC para ter certeza de que é uma instituição séria. Verifique se ela tem endereço físico, CNPJ e estatuto social, saiba mais sobre a missão e valores. Também é importante verificar se a instituição possui uma área de transparência no site, divulgando seu balanço financeiro, por exemplo, e fazendo sua prestação de contas para a sociedade. Esse é um passo fundamental para saber como escolher uma instituição para apoiar e ser voluntário. Isso porque, infelizmente, sempre haverão pessoas utilizando causas nobres para agir de má fé.


Além do CNPJ cadastrado na receita federal, a organização precisa ter alvará de funcionamento e registro na Previdência Social da Caixa (FGTS) para os funcionários.


Se possível, visite a OSC e conheça mais de perto o trabalho realizado para ter certeza se você se identifica com o que é feito por lá. Essa dica é especialmente importante se você quiser ser voluntário, pois conseguirá identificar quais serão suas atribuições e antecipar o que poderiam ser inconvenientes.


No Lar Casa Bela realizamos reuniões semanais para quem deseja conhecer o nosso trabalho mais de perto e, quem sabe, se tornar um voluntário. O agendamento da visita pode ser realizado por meio do telefone (15) 3318-6504.


Apoie a causa do desenvolvimento de crianças e adolescentes

Por aqui oferecemos acolhimento institucional temporário para bebês, crianças e adolescentes remanejados pelo Poder Judiciário ou pelo Conselho Tutelar, quando não estão recebendo os cuidados necessários para o seu pleno desenvolvimento.


Durante o período de acolhimento, as famílias também são cuidadas e acompanhadas por equipes especializadas. O nosso papel é fazer com que os meninos e meninas que por aqui passam tenham os seus direitos garantidos, se sintam acolhidos, cuidados, não percam os seus laços afetivos, criem novas conexões, conheçam e se apropriem de suas histórias. Atuamos em Sorocaba, SP.


Contribua com o nosso trabalho, saiba mais aqui.


30 visualizações0 comentário